Cirurgia para câncer de pele

A exposição solar, associada a fatores genéticos, faz com que o câncer de pele seja uma das neoplasias mais comumente diagnosticadas. Felizmente, seu tratamento quando realizado de forma precoce e de maneira correta leva a cura na maioria dos casos. Por isso, é extremamente importante o acompanhamento periódico com o seu dermatologista para o monitoramento das pintas e lesões.

Sou candidato(a) ao procedimento?

É importante se atentar a pintas com formatos ou coloração diferente ou que se alteraram recentemente. Feridas que não cicatrizam também podem ser um sinal de câncer de pele. Nestes casos ou em caso de dúvida é importante procurar seu médico.

O procedimento

A cirurgia para câncer de pele varia de acordo com o tipo, tamanho e localização da lesão, porém é importante sempre encaminhar as lesões para análise histopatológica e mostrar o resultado do exame ao seu médico. Pode ser necessário um procedimento adicional de acordo com o resultado do exame da lesão.

Cuidados após o procedimento

O pós-operatório e cuidados da cirurgia para câncer de pele variam conforme o procedimento necessário para tratar a lesão.

Antes de se submeter a qualquer cirurgia é importante checar com seu médico se você cumpre os requisitos mínimos. Discuta sempre as informações do pós-operatório. Exponha suas expectativas em relação ao resultado. Desconfie de resultados milagrosos. Cirurgia plástica é uma ciência.

Lembre-se de procurar sempre um cirurgião plástico qualificado, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Compartilhe

Saiba mais sobre